Natureza, esportes de aventura e liberdade para o seu cachorro!

Compartilhe!

A vida de donos de cachorros não é nada fácil, principalmente na hora de viajar. Mesmo quando se quer apenas relaxar, o simples fato de deixar o companheiro de quatro patas para trás já se torna um grande sacrifício. Buscar alguém que queira ficar com o seu cão, achar alguém para cuidá-lo na sua própria casa ou se arriscar em algum hotel para cachorro. Toda esta engenharia faz com que qualquer um pense em desistir da viagem.
 

Sei de todas essas complicações graças ao meu querido Poá, um autêntico vira-lata (nada de chamar de SRD, um jeito “chique” de chamar um vira lata). Surgiu então este grande problema, como unir estas duas paixões de minha vida, meu cão e minhas viagens. Foi então que um grande amigo me deu a dica da Pousada Águas do Vale.
 

A menos de 60km de São Paulo, próximo à Atibaia, a Pousada se tornou um verdadeiro refúgio para a agitada rotina da maior selva de pedras do país. No alto de uma pequena serra, a 1.100 metros de altitude, dentro da Reserva Ecológica do VUNA, este santuário para os amantes da natureza e donos de cachorros encanta a cada momento. Sua história, que parece ter sido criada pelos mais habilidosos roteiristas de novela, remete há 300 anos, quando a casa sede foi construída, mas tem suas origens na Itália, país de origem de Seu Geraldo, o criador deste legado.
 

 

Sempre simpático e atencioso, Márcio, o atual gestor da Pousada torna a estadia uma experiência extremamente agradável. Dá dicas e orienta os hóspedes a aproveitarem ao máximo a rica estrutura da Pousada e a exuberante natureza que há na região, ideais para a máxima diversão e relaxamento.
 

Além disso, os cachorros são totalmente liberados e possuem até uma piscina própria com cachoeira. Para aqueles que gostam de água, a diversão não tem fim. Foi o caso da Mel e da Fly, as cachorrinhas de Maria José, que passaram horas por ali.
 


 

Já a piscina, a quadra de vôlei e o espaço kids, além do extenso gramado, do lago e dos mais de 30km de trilhas que há no VUNA, são perfeitos para as crianças (sejam as de 2 ou 4 patas! ;D ) correrem, pularem, nadarem, enfim, para drenarem todas as suas energias. Já a piscina coberta, a Hidro e a Sauna surgem como opções perfeitas para o relaxamento completo.
 

Entre em contato com a Pousada: contato@pousadaaguasdovale.com.br / tels: (0xx11) 4416 7722 / 4416 7715 | http://www.pousadaaguasdovale.com.br/
 


 

A HISTÓRIA DO VALE ENCANTADO
 

Quando Seu Geraldo desembarcou no Brasil, fez como muitos italianos na época: foi em busca de um canto que pudesse chamar de seu. Deparou-se com a bela região de Atibaia e, ao subir a serra, se impressionou com a vista. “Isto é um vale encantado”, disse a seu filho, Augustinho, que trouxera junto em sua viagem pelo Oceano Atlântico.
 

O encanto foi tanto que deu nome à “Fazenda Vale Encantado”, que criaram no topo da serra. Com o passar do tempo, seu Augustinho assumiu o controle da fazenda e expandiu suas terras. Aumentou a estrutura do local e junto com amigos, criou o belo Clube da Montanha, além de alguns condomínios ao longo da subida da serra, que hoje se tornaram o condomínio União da Serra.
 

Em 1985, todas as obras da fazenda foram embargadas, devido à preservação da mata e a criação da Reserva Ecológica do VUNA. Com isso, seu Augustinho, orientado pela filha, resolveu aproveitar a excelente estrutura para transformar a fazenda em uma bela pousada. Após alguns anos, a gestão ficou nas mãos de seu neto, Daniel Rizo. Porém, em 2012, Daniel resolveu encerrar as atividades.
 

A notícia não caiu bem para Márcio Marques. Não fora pelo biólogo de formação, este teria sido o fim da pousada. Devido à empresa que tinha na época, que organizava viagens escolares, Márcio já era parceiro da pousada há um par de anos. Quando Daniel lhe avisou de seus planos para pôr fim ao Vale Encantado, ele se preocupou. “Já tinha algumas turmas fechadas para o começo daquele ano”, lembra. Por isso, entrou em acordo com Daniel e se tornou o novo gestor da Pousada. “A minha ideia sempre foi me aposentar com uma pousada, mas não sabia que ia ser tão rápido”.
 

A GANG DO ZECA
 

Além de tudo isso, Márcio ainda promove constantemente eventos na Pousada. Quando estive por lá, foi a vez da “Gang do Zeca” fazer uma bagunça divertida com os donos de cachorros e seus companheiros. Criada por Nara, a Gang do Zeca organiza passeios em várias trilhas ao redor do interior de São Paulo.
 

Após 12 anos morando no Nordeste, Nara teve dificuldade em se readaptar à maior cidade brasileira. Por isso, foi atrás de um novo companheiro e encontrou Zeca, hoje com 4,5 anos, um amigável e “de bem com a vida” Golden Retriever. Apaixonado pelo novo amigo, Nara abandonou a profissão como pedagogo em formação de professores e resolveu tornar sua nova paixão pelo amigo de quatro patas sua nova aventura profissional: “foi tudo culpa dele!”, fala entre boas risadas.
 

Abriu um salão de banho e tosa especializado no cuidado de Goldens. O hobbie que tinha passear com Zeca e alguns amigos em trilhas no interior de São Paulo também passou a fazer parte da nova empreitada. “Meus amigos ficaram me pedindo para organizar mais passeios, começou a ter demanda e resolvi criar o Gang na Trilha”.
 

Desta vez, além dos outros 25 cães, o Zeca teve a companhia das garotas do D’pé na Prancha. Karina e Ligia, que ficam sediadas em Socorro, no parque do Monjolinho, também organizam eventos com Stand Up Paddle onde for necessário. Levaram todo o necessário e lá se foram os donos com seus cachorros para a água do belo lago que margeia a Pousada. Confesso que até eu me aventurei na brincadeira e levei o Poá para o seu primeiro passeio pelas águas. Apesar de ser um grande medroso, ele adorou a aventura.
 

E o fim de semana acabou comigo e o Poá desmaiados na deliciosa cama da Pousada, com o delicioso barulho e calor gerados pela bela lareira que tem no quarto. Uma experiência imperdível, a qual recomendo a todos os amantes pela natureza e donos de cachorros de plantão.
 

Saiba mais como entrar nessa Gang: gangdozeca@gangdozeca.com.br
 

Se você gostou deste post deixe o seu comentário ou assine o RSS feed para receber as próximas matérias em seu feed.
Guilherme Merlino

Guilherme Merlino

guimerlino@gmail.com

Quero compartilhar os aprendizados das realidades culturais que encontrar em minhas experiências pelo mundo Vivenciar as culturas locais de forma respeitosa, com gentileza e delicadeza, e acima de tudo: viver para viajar, viajar para viver.

1 Comment

  • Jeni Chen

    Responder

    Adorei a reportagem!!!!!!!!!!
    Parabens!!
    Fui uma das participantes do Passeio da Gang do Zeca e foi otimo mesmo! O passei, o local que é lindo, as pessoas legais e principalmente os caninos que se divertiram muuuuuito hehehe
    E o Poa fez grande amizade com o meu o Marley.

    abril 6, 2015 at 1:24 pm

Post a Comment