Que tal fazer um cruzeiro no rio Nilo?

Compartilhe!

Navegando por águas que carregam história, a sensação de fazer um cruzeiro no rio Nilo é provavelmente uma das mais indescritíveis da vida de um viajante. Em meio ao clima seco e à região de solo pobre, o rio é responsável por trazer vida ao Egito desde os tempos dos faraós.
 
E é possível ter uma pequena amostra de como é o país e tentar entender as peculiaridades locais com os cruzeiros que partem constantemente de Aswan ou Luxor, duas cidades ao sul do país. Existem vários tipos de cruzeiros, alguns mais chiques, outros mais modestos, com diferentes durações, de 3, 4 ou 7 dias.
 
Os mais caros têm até spas, enquanto nos mais baratos o viajante fará alguns deslocamentos em cima de jegues. Os últimos são extremamente indicados para quem tem o espírito viajante.
 
São muitas as rotas disponíveis, parando em locais como Edfu e Kom Ombo. Esta última cidade abriga o Temple of Kom Ombo, mais conhecido como “Museu do Crocodilo”, que conta com 20 múmias desses répteis.
 
Para entender a origem dessa construção, é preciso voltar no tempo um pouco. Há mais de dois mil anos, crocodilos gigantescos eram presença constante no Nilo e associada à força e à fertilidade por divindades – e, por isso, mumificados. Há no local um exemplar com 4,3 metros de comprimento, bastante conservado. Se fixar o olhar por muito tempo dá até impressão de que ele vai se mexer.
 
Na parada de Aswan, uma das grandes atrações é o conjunto de templos dedicado à deusa Ísis. Mas é em Luxor que o viajante vai ter a experiência mais surreal da viagem. Para ser exato, é no templo de Karnak. Quem o conhece muitas vezes classifica como ponto número um de visitação no Egito, à frente das pirâmides.
 
São centenas de obeliscos, pátios, salões cerimoniais, estátuas e paredes com relevos decorados com hieróglifos, que os faraós usavam como homenagem aos deuses. O local ocupa uma área de mais de 2.000 m².
 
Procure andar ao menos uma vez em um felucca, tradicional barco à vela egípcio. Nele, é possível contemplar a beleza do Nilo sem os barulhos dos barcos a motor. Essa experiência vai complementar ainda mais o já inesquecível cruzeiro pelo Nilo.
 


 
Veja mais dicas sobre cruzeiro no Nilo e outros passeios no Dubbi.

Se você gostou deste post deixe o seu comentário ou assine o RSS feed para receber as próximas matérias em seu feed.
Dubbi

Dubbi

caio@dubbi.com.br

Rede social de viajantes para compartilhar dicas de viagens. Acesse www.dubbi.com.br, tire dúvidas e ajude também quem está precisando de ajuda. Venha fazer parte dessa Revolução!

No Comments

Post a Comment