Islândia dará uma festa no interior de uma geleira antes que ela derreta para sempre

Compartilhe!

A geleira Langjökull na Islândia é o segundo maior glaciar da Europa. Também está derretendo em um ritmo acelerado de acordo com uma revisão de 2015 da revista científica American Geophysical Union. Assim, em Junho de 2016, Ravers, um sistema de som e melhores DJs subterrâneas da Europa estarão no interior da maior geleira da Islândia para obter os melhores últimos momentos de forma inusitada em um chão de gelo de 200 metros de espessura.
 


 
A geleira é uma forma antiga de gelo de 10.000 anos envolto por uma cordilheira nas terras altas do interior da Islândia. A medida que os Ravers descem através de um túnel na barriga da geleira com aroma de vodka e à luz de bastões de neon e lâmpadas LED, eles vão dar literalmente uma caminhada de volta no tempo. Quanto mais próximo do núcleo, mais antigo o gelo. Mas a maioria dos festeiros vai mesmo pelo deep house consumidor de alma e rock indie dos Of Monsters and Men. Enquanto os clientes se divertem pressionados pelas paredes lisas de gelo, as gotas de água que caem os lembram que isso vai em breve ser uma poça gigante. The Secret Solstice Festival é uma espécie de ativismo epicurista.
 

Islândia está sob uma ameaça especial quando se trata de mudança climática.

 
Desde os anos 1980 a temperatura da Islândia vem aumentando de acordo com registros. No máximo a caverna de gelo de Langjökull tem uma vida útil de 10 a 15 anos. A pequena ilha vulcânica também está situada na foz do rápido derretimento do manto de gelo da Groenlândia. Mais massa de terra ártica foi perdida nas duas últimas décadas do que nos últimos 10 milênios. Nos últimos 200 anos, as revoluções industriais têm aumentado a quantidade de dióxido de carbono na atmosfera em 40 por cento e metano por um fator de três de acordo com o National Snow and Ice Data Center.
 

“Antártica e Groenlândia estão agora contribuindo com três vezes mais gelo para o nível do mar como eram há 20 anos”, disse Andrew Shepherd, professor de Observação da Terra da Universidade de Leeds, em entrevista.

 
Os ingressos para a festa custam $269 e, recentemente, WOW Air lançou voos a $99 da América do Norte para a Islândia. É um preço relativamente justo para uma vez na vida se aventurar na imersão em um túnel de gelo de 40 pés abaixo da superfície a um nascer do sol sobre o pico coberto de neve do vulcão Snæfellsjökull. A esperança é de que o calor dos corpos não irá aumentar a velocidade do derretimento.
 
(Texto retirado, editado e traduzido do site PlaidZebra)

Se você gostou deste post deixe o seu comentário ou assine o RSS feed para receber as próximas matérias em seu feed.

Gabriel Valluis

gvalluis@gmail.com

No Comments

Post a Comment